Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
O crime da "rosa"

Fiz o que pensava.
Fiz o que julgava certo.
Fiz com os sentidos.
Porém com liberdade.
Que vás duvidar.
Da estrada infinita.
Por quem se sente logrado.
Pela alma e pela vida.
Hás que viver aportado.
Aportado pela correntes.
Próxima de teus olhos.
Banhados pela chuva.
De sonhos fracassados.
A boca treme.
Como as ondas do mar.
Ao beijar as areias.
Abre-a em dor profunda.
De seu próprio coração.
Que a condena!!!
SoLuNaMaRoSa
Enviado por SoLuNaMaRoSa em 15/09/2007
Reeditado em 10/04/2010
Código do texto: T653144

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Rosa MªA.Campos_SoLuNaMaRoSa_http://recantodasletras.uol.com.br/autores/solunamarosa). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SoLuNaMaRoSa
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1369 textos (36751 leituras)
55 e-livros (4608 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 03:48)
SoLuNaMaRoSa