Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não te enxergo!



Teu sorriso é um desofício
e tua boca não se apercebe
e é por isso que teus olhos negam
que tua alma existe!

Morta ‘inda vivesses tu,
fétida fera entre escravos,
dançaria morto o teu corpo vago
e a tua pele fria descascada.

Há um alegre crime meu
que não te enxerga viva
e os teus passos são qualquer despedida
meu coração sabe e não acredita,
mas tolera tê-la em desabafo
de mim para ti e de ti
para meu mundo.
Paulino Vergetti Neto
Enviado por Paulino Vergetti Neto em 15/09/2007
Código do texto: T653215
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Paulino Vergetti Neto.(paulinovergettineto.blogspot.com/)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulino Vergetti Neto
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 59 anos
2391 textos (136923 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 15:18)
Paulino Vergetti Neto

Site do Escritor