Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Coração sangrando calado e só

Cadê a cor e o riso
O feitiche prometido
O nosso nicho
Ninho
O pouco do muito querido
A alegria
A magia
A chuva fina
A noite de lua cheia
A rua vazia o poste a lâmpada
Cenário de madrugada
O guarda noturno
O soturno da solidão
E o afago
O fogo acendido
O âmago das nossas paixões
O tesão sim fim
O hiato do ontem e do amanhã
Uma eternidade
A manha da aranha tecendo sua lã
Num canto
O vermelho que iríamos tingir tudo
Seu brilho sua dança
Esperança vã
Sua luz pro meu escuro
Sua nuvem no meu deserto
Seu certo nos meus erros
Acertos precisos
Meu duro no seu macio
Meu barco no seu rio
Meu rio no seu mar
Meu ponto no seu infinito
Desequilíbrio
O rito
O sussurro
O prometido
Tudo?
Palavra não é só poema
Poesia não é armário de guardar objetos
É certo
Tudo ficou no dicionário fechado
Um coração flechado sangrando
Calado e só
Raul Los Dias
Enviado por Raul Los Dias em 15/09/2007
Reeditado em 15/09/2007
Código do texto: T653261

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Raul Los Dias
Argentina
512 textos (77340 leituras)
1 e-livros (183 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 07:56)
Raul Los Dias