Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR...ETERNO AMOR

Como pássaros, que voam por ermos descampados,
me lembro de voce,quando então namorados,
viviámos um romance,que nunca alguem viveu...
Todas as flores eram belas...O jasmin,a rosa e a violeta...
O amor era tão lindo,daria inveja, a Romeu e Juieta...
Lindos dias,de nossas vidas,que foi dela,e foi meu...

Mas eu sabia,que todos nós temos uma encruzilhada,
como tantos,um dia,chegamos ao fim dessa estrada,
que se dividiu...Murcharam as flores e apareceu os espinhos...
Mas seguimos,com a dor,com caídas e com aprumos...
Mas,em definitivo,o destino mudou nossos rumos,
e por ironia e coisas banais,separaram nossos caminhos...

A doce lembrança,daquela primavera tão florida,
foi recordação,que acompanhou toda a minha vida,
me condenando,como se eu fosse,do destino um desertor...
Custou caro,mas resistí,aquele tão forte abalo...
E hoje,tanto tempo depois,comigo sozinho ainda falo,
que não me libertei,fiquei preso naquele amor...

E casada,tem filhos,mas dela nunca me separei...
no meu mundo de solidão,em silêncio,muito a amei.
Mas não sou tão infeliz...Não vivo só nesse calvário...
Apesar da sorte,que me foi cruel,e tão mesquinha,
em minhas saudosas fantasias,ela ainda e minha...
E a eterna companheira,desse poeta solitário...
GIL DE OLIVE
Enviado por GIL DE OLIVE em 15/09/2007
Código do texto: T653750
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GIL DE OLIVE
Campos do Jordão - São Paulo - Brasil
2597 textos (229948 leituras)
31 e-livros (2314 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 00:38)
GIL DE OLIVE