Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SÓ FICOU NA SAUDADE

Quem sou eu para pensar certas coisas ......
Olha só que manhã de primavera  !
Comovedora não  ? Pois é ..... e a paisagem
não vejo coisa mais natural, nem tampouco fera
senão, alegria, alegria, neste coração com esta aragem.

Homens que habitais este planeta terra,
que se considerais uma vasta infinidade humana
parais e pensais ...... pensais que podereis mudá-la.
Nem pensar ! Santa ignorância que se dana.
Vós não sabeis que podeis no final massacrá-la.

Sem nada poder fazer, pobres crianças
que no vázio desta desumanidade se tornam andantes,
errantes, que se perdem sem agasalho
sem o que comer ..... miseráveis ambulantes
neste vasto Brasil de contrastes alienados  em quebra galho.

Isto tudo é triste, desconfortante,
é triste não ?  Mas nada fazemos
de concreto, a não ser ..... torcer o nariz,
fingir descaradamente que não é com nós, rezamos.
Olhem estas mulheres !  São a nossa raiz.

Pobres, desinformados, subnutridos
e o mais agravante que se colocais ..... grávidas
diante dos bacanas de vida saudável.
Tristes criaturas que aguentam estes conchavos sem dádivas
levando seus pobres fetos, nesta vida desagradável.

Grande parte desta nação do meu pobre Brasil
não chegam a nascer decentemente como nós,
ou se nascem, ficam sem vez nesta luta injusta de desamor.
Outros nascem mortos, pela falta de nossa voz.
Falta amor, existe muita fome, rejeição pela dor.

Quanta infelicidade desta minha gente.
Eu nasci, me criei, nada tenho a ver neste caso
diria o mais ordinário, na certa e com elegância,
um triste destino, ou sera ..... o acaso.
Pro inferno todos ! Inclusive a minha ignorância.

Vida dura, seremos sempre marcados
nesta sociedade hipócrita que não vê idade,
os tempos passarão e muitos continuarão assim
porque nada lhes atinge. Não há necessidade
por parte deles. E assim será meu triste fim.

E ainda há aqueles que dizem
que vieram salvar o mundo. Se nada fazemos.
Quando muito torcer o rosto,
que esperar de Deus e Jesus ..... orarmos .....
Que vergonha pelo irmão. Causamos tanto desgosto.

Depois, mais tarde a rebeldia
vem contra o mando de nós marginais
desumanos. Pediremos com justiça e carência
a verdade que acharemos possuidores nestes sinais.
Deus e Jesus logo pediram a nossa sobrevivência.

Vicio de roubo, ou de tirar vidas
não são os maiores pecados em dimensão.
Sem que se entenda outras razões
que cometemos de crueldade, por não termos visão
do bem e do mal.  São árduas estas simples exposições.

No final diriamos, isto não é nada,
nada disto é comigo, comparando estas cenas
que vimos pelas ruas, que nos horrorizamos a nossa vista.
Entretanto, nada fazemos para melhorar .... olhamos apenas,
aos poucos, vão fazendo parte dos gananciosos varejistas.

Quem sabe um dia, se um dia .....
As pessoas ah ! Se um dia houver reflexão,
quanta vergonha, se aínda houver destas catastrofes,
que eu ajudo a causar neste mundo cão
e eu, a perder tempo fazendo estrofes.

Se pararmos para pensar, será que se conseguirá
realizar coisas em verdade .....
Onde andará este meu querido povo  ?
Sei de tudo. É preciso agir, só esta honestidade
para que tudo fique melhor, será que resolvo ?
tabayara sol e sul
Enviado por tabayara sol e sul em 17/09/2007
Reeditado em 20/04/2008
Código do texto: T656126
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
tabayara sol e sul
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 70 anos
615 textos (121603 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 17:16)
tabayara sol e sul