Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Estações

                                                                 Estações


Peço perdão
Pelo amor que não foi eterno,
Pelos beijos secos,
Que um dia molhados,
Fertilizaram o corpo e a alma.
Peço perdão
Pelo inverno,
Pelo outono,
Que um dia primavera,
Resplandeceram e exalaram,
Odores á meia noite.
Que um dia verão,
Viram todas as cores e
Responderam  todas  ás vezes,
Incansavelmente.
Peço perdão
Pelo cansaço do sexo,
Pelas madrugadas insones,
Pelas estações não compreendidas.
Te  perdôo também,
Por não entender no outono
As folhas secas no chão.
Por não perceber no inverno,
As mãos entreabertas que pediam...
Os frutos do nosso ventre.
Te perdôo e digo amém
Pelas palavras nem se quer ditas,
Pelas dores não comungadas,
Pelas hóstias não recebidas,
Pelo pão meu,
Não nosso de cada dia...
Peço perdão
Mas não digo amém
Não ajoelho,
A reza seria inútil,
Assim como a busca.



                                             Márcia
                                             Maio de 2007
Márcia Rasia
Enviado por Márcia Rasia em 18/09/2007
Código do texto: T657091

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Márcia Rasia
Barreiras - Bahia - Brasil, 50 anos
55 textos (16641 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 14:49)
Márcia Rasia