Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nada poderei fazer por ti, meu amado!




Um dia ainda hás de lembrar de mim.
Tu sentirás falta do meu querer.
Vais pronunciar meu nome como uma prece.
Terás fome de me conhecer.
Hás de perceber todo meu sofrer,
Então estenderás os braços,
Chamando-me para os teus abraços.
Com medo de enlouquecer.
Mas eu estarei em uma cela no seu passado,
Definitivamente separados.
Triste, sofrida e cansada,
Nada poderei fazer por ti, meu amado.
A não ser lhe deixar a lembrança
De quem soube te amar,
Mesmo sendo ignorada.
Mel L Frankust
Enviado por Mel L Frankust em 18/09/2007
Código do texto: T657333

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mel L Frankust
Goiânia - Goiás - Brasil
749 textos (34687 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 12:58)
Mel L Frankust