Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Te Amo Meu Amor( O Grito Que Na Garganta Ficou)

Um corpo se funde com o nada
Mesmo sabendo que essa é a alternativa errada
E as últimas palavras ninguém pode ouvir
Não há mais terra ou céu entre mim
Não há mais sonho ou coisa para ver
Querem palavras de amor mas é tarde para saber
Onde está?
Meu olhar
minhas palavras e minha alegria
Tudo hoje é apenas uma triste fanstasia
Porque chorar?
Não há mais como voltar
é tudo apenas uma noite fria
um mito de sísifo uma coisa vazia
e o grito que em miunha garganta ficou
te amo meu amor...
uma corda abraça o meu pescoço
Para chegar a esse ponto talvez eu tenha ficado louco
Mas eu implorei a vida inteira por um abraço!
Deus perdoa-me pelos meus medos
Compreenda minha loucura e meu desespero
e diante da tua misericórida aceite um filho que volta pra casa mais cedo...
onde está
meu olhar
Perdido em ruas vazias
Vagando em noites frias
e não mais há
o meu coração a pulsar
Apenas um corpo parado ao vento
como um pendulo que parou no tempo
e o grito que na garganta ficou
Te amo meu amor....
Marcos Menezes de Almeida
Enviado por Marcos Menezes de Almeida em 18/09/2007
Código do texto: T657471
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcos Menezes de Almeida
Aracaju - Sergipe - Brasil, 32 anos
361 textos (17624 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 10:21)
Marcos Menezes de Almeida