Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BUROCRACIA DO AMOR

Assinei em branco
A promissória do amor
Sem pensar na fatura da paixão
Que cairia na conta da saudade

Recebi duplicatas de carinho
Que paguei no banco da pracinha
Errei ao transportar sentimentos
Sem as notas-fiscais da razão

Fui multado na aduana do sofrimento
E paguei com juros o auto de infração
Mas, apesar da burocracia
De amar, não me arrependo
Nelinho
Enviado por Nelinho em 18/09/2007
Código do texto: T657521

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre o autor
Nelinho
Ipatinga - Minas Gerais - Brasil
635 textos (139787 leituras)
1 e-livros (43 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 18:55)
Nelinho