Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Refúgio

  Entediado com o vento do dia,
> Minha alma levanta vôo.
> A distância das coisas que quero
> Não me deixa alcançar o céu.
> Um dia quero voar sem rumo certo.
> Entre raios e relâmpagos.
> Longe do que me fere.
> Liberto de todos os medos.
> Esquecendo que sonhos são somente sonhos.
>
> Enjaulado entre paredes,
> Minha mente adormece.
> Alimentado pelos meus desejos,
> Navego no mar dos seus cabelos,
> Último refúgio da minha realidade.
> Elevando meus olhos a ti,
> Lembro que esse lugar não é meu.
> Lembro que sou somente um momento teu.
> E quando o dia acabar, serei nuvem que passou
>
Márcio José
Enviado por Márcio José em 31/10/2005
Código do texto: T65809
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Márcio José
Curitiba - Paraná - Brasil, 48 anos
61 textos (27003 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:34)
Márcio José