Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Resumo de mim

 Acima
>e abaixo do céu,
>toda a tua luz
>alcança.
>Não fosse o universo infinito,
>retornaria ao fim de tudo.
>E nos meus sonhos
>mais coloridos,
>todo o brilho que existe
>sai do teu corpo.
>Ilumina até aquilo
>que ainda não é.
>Pois teu amor somente eu vejo.
>Mesmo inexistente,
>resiste á escuridão da impossibilidade.
>Mesmo vazio,
>farta-se de toda a quietude
>que existe
>no teu silêncio.
>
>Quando teus olhos
>me percorrem,
>estraçalham minha alma
>pela culpa de ser eu
>quase um nada.
>Deveria eu desviver.
>Ser aquilo que esconde
>tua mente.
>Me transformar
>num absurdo qualquer.
>Ser aquilo que jamais seria
>se tú não existisses.
>
>Eu,
>que não me imagino ao teu lado
>sendo eu mesmo,
>entristeço minha alma,
>mergulhado na minha própria
>confusão.
>E se a solidão é fim,
>Sou eu o último.
>Sou eu o que não é.
>Sou eu o inexistente.
>Eu o vazio.
>Eu o nada.
>Teu silêncio.
>Teu amor.
>
>
Márcio José
Enviado por Márcio José em 31/10/2005
Código do texto: T65810
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Márcio José
Curitiba - Paraná - Brasil, 48 anos
61 textos (26978 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:56)
Márcio José