Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Paixão

Teus olhos tristes, sempre tristes,
Encerram encantos e desencantos.
Nunca vi outros assim, Vós vistes?
Onde? Em praças, ruas ou recantos?

Não sei a sua cor, de que cor  são.
Castanhos? Verdes? Azuis? Amêndoados?
A esta distância não consigo vê-los não.
Mas de certeza lindos e enamorados.

Cada olhar que se cruza e é cruzado,
Tem uma graça que me faz feliz,
Vejo em ti a alegria de ser olhado,
Em mim o prazer que a palavra não diz.

Mas tu não és só tristes olhos,
Tens muitos encantos recolhidos,
Eles se vão descobrindo aos molhos,
Mesmo aqueles que estavam mais escondidos.

Teu rosto tem lindo sorriso,
Tua boca o melhor beijo do mundo,
Digo porque falo sério e conciso
E desejo grande e profundo.
Povo Lusitano
Enviado por Povo Lusitano em 18/09/2007
Código do texto: T658269

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Povo Lusitano
Portugal, 62 anos
311 textos (24319 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 05:58)
Povo Lusitano