Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
COMO SE FOSSE PRIMAVERA


A porta se abriu...
E você ali, na minha frente,
Lindamente sorriu,
Com um olhar envolvente.

E eu que já havia entregado os pontos,
Criado uma afinidade com a solidão,
Fiquei surpreso; meio tonto,
Não esbocei nenhuma reação.

Tanto tempo de espera,
Tantas ilusões alinhavadas,
E como se fosse primavera,
Você me aparece assim, do nada.

Coloque-se no meu lugar,
Não é tão fácil se refazer,
Por mais que eu possa te amar,
Agulhas penetraram em meu ser.

Entre;( fique a vontade) reencontre o seu lar,
Reconheça os seus espaços,
Mas, não me peça para ficar,
Essa noite nos seus braços.

************
Quem sabe amanhã eu me refaço?

DELEY
Enviado por DELEY em 18/09/2007
Código do texto: T658367

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
DELEY
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
4935 textos (186930 leituras)
4 e-livros (1657 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 20:58)
DELEY