Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sonhando com os Campos do Paraíso

Sonhei com um passeio pelos Campos do Paraíso
No sonho atravessei inicialmente um grande portal de acesso
Seguindo por curvas longas e suaves de um grande planalto
Cheguei rapidamente aos pés de dois montes gêmeos
Escalei as encostas do monte do coração até alcançar seu bico, digo pico
Estanquei paralisado, diante da beleza que se avista desse ponto
Ao sul, uma planície suave termina num vale escondido entre coxilhas
Na face norte, duas estrelas-guia cintilam emolduradas por uma cabeleira esvoaçante
Desci, então, para a planície até seu ponto central, uma fenda umbilical
Nesse ponto fui tomado por um profundo sentimento de saudade
Saudade do calor e da proteção de minha primeira morada no útero materno
Resolvi seguir no sentido do vale até uma pequena elevação na sua parte central
Um montículo adorável e sensual com uma cobertura sedosa e macia
Tateando suavemente a cobertura de proteção encontrei a entrada de uma gruta
Antes de penetra-la acariciei cuidadosamente suas paredes estreitas e úmidas
Experimentei seu calor aconchegante e aspirei seu doce e inebriante perfume
Senti seu pulsar sensual e explorei sua profundidade tomando cuidado para não feri-la
Desci, então, ao fundo do seu abismo misterioso, sagrado e profano
Sagrado pois é onde o milagre do amor e da vida se realiza
Profano pois é onde a luxúria e a sensualidade atinge seu ápice
Nesse momento fui tomado por sensações divinas só experimentadas no Paraíso
Desfaleci em êxtase num misto de prazer, de euforia e de dor
Meu sonho, porém, chegava próximo do fim e exigia que eu deixasse o Paraíso
Recobrei minhas forças e, relutante, deixei a gruta do amor
Iniciei a penosa e involuntária caminhada de saída do Paraíso
Retornando à sua planície acariciei afetuosamente seu ventre
Apalpei carinhosamente seus seios, suguei delicadamente seus bicos,
Busquei sua face, mordisquei cuidadosamente seus lábios,
Beijei desesperadamente sua boca, suguei sofregamente sua respiração
E, então, pouco antes de despertar sussurrei silenciosamente no seu ouvido
Te amo.........................
Kris
Enviado por Kris em 31/10/2005
Código do texto: T65907
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Kris
Brasília - Distrito Federal - Brasil
49 textos (2788 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:23)