Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vivo, em ti primeiro

As curvas do teu corpo lembram mansos rios,
de cujo denso sangue bebem meus delírios
umedecendo, assim, um par de lábios secos.

Pois o prazer que sentem, sinto nos meus dedos.
As curvas do teu corpo são meus negros becos,
onde me perco, à noite, a tatuar no escuro.

É nelas que se eriça a flora dos teus pêlos
arrepiando a pele em redobrados zelos
até que, enfim, me dás o que afinal procuro.

Então, as tuas coxas são como um braseiro.
E nelas queimo as minhas, me fazendo inteiro
na comunhão que, sei, encerra meu destino.

Pois essa pele encerra a alma a que me afino.
Meu coração só bate ouvindo o teu primeiro.

(Djalma Silveira)




Djalma Silveira
Enviado por Djalma Silveira em 20/09/2007
Reeditado em 11/09/2008
Código do texto: T660364

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Djalma Silveira
São Paulo - São Paulo - Brasil, 49 anos
267 textos (10563 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 20:06)