Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A POETISA DO RECANTO

Sem pensar,ontem,naquele site voltei,
O motivo?Se perguntarem,não sei,
mas fui viajar,pelo site,so de poesias...
Foi lá,que um dia para mim aconteceu,
um amor,mas que nunca foi meu,
foi saudades,daqueles passados dias...

Lembranças,de tantas noites acordado,
quando descobrí,que estava ocupado,
por outro poeta,o seu lindo coração...
Dezenas de poemas foras postados,
que julguei,a mim endereçados...
O que restou?Negros dias de solidão..

Ainda estão lá,tantas poesias que postei,
que foram dedicadas a quem tanto amei...
E saudoso,sua página fui visitar...
Pensei,que talvez,nada mais sentisse,
mas ví,que cometí uma idiotice,
quando lágrimas no rosto,ví rolar...

Mas,nesse nosso mundo tão pequenino,
onde acontecem ironias do destino,
tambem tive o meu,com muito espanto...
Hoje,quando várias páginas visitei,
ao ver aquele nome,não acreditei...
Pois era a poetisa,escrevendo no Recanto...

Fato,que profundamente me marcou,
quando então,minha página visitou,
fiquei estarrecido,parado...
Muitas coisas,no momento pensei,
ao ver ali,quem um dia tanto amei,
lágrimas foram caindo,sobre o teclado...

Por causa dela,de lá,tive que sair,
mas vejo,que não adiantou fugir...
E agora? Te dedico uma canção?
Ao relembrar essa mulher tão linda,
bela poetisa,seja ao Recanto bem vinda...
Esta te acolhendo...O meu coração...
GIL DE OLIVE
Enviado por GIL DE OLIVE em 21/09/2007
Reeditado em 21/09/2007
Código do texto: T662017
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GIL DE OLIVE
Campos do Jordão - São Paulo - Brasil
2597 textos (229911 leituras)
31 e-livros (2314 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 14:35)
GIL DE OLIVE