Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amanhecer poético

Amanhecer poético
  Guida Linhares
 
Ah! Poeta, o teu amanhecer me chama,
para juntos olharmos as flores do jardim.
Ao ler teus versos, minha alma em derrama,
custou a caber inteira dentro de mim.
 
Talvez seja um querer comum, a beleza
que envolve as criaturas que se afinam,
contemplando a exuberância da natureza,
em perfumes e cores que tanto fascinam.
 
Quem sabe o olhar do poeta mais aguçado,
deitando em versos, a emoção primaveril,
consiga rejuvenescer o coração machucado,
roçando nas palavras, tal qual um esmeril.
 
E nesta primavera renascendo forte o amor,
em seus cálidos contornos e sutís sensações,
seja a ternura suave como as pétalas de uma flor,
enternecendo a alma, na mais bela das estações.
 
Santos/SP
21/09/07
Guida Linhares
Enviado por Guida Linhares em 21/09/2007
Código do texto: T662845
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Guida Linhares
Santos - São Paulo - Brasil, 70 anos
1957 textos (162952 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 04:14)
Guida Linhares

Site do Escritor