Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FANTASMAS A SOLTA


MEUS FANTASMAS A SOLTA


 SINTO O QUE
FAÇO, É ESTREMECER,
BEBEREI ABSINTO
FAREI COMPANHIA
AOS ESPÍRITOS
DE ALGUNS POETAS FRANCESES,
SE NÃO OS  PERDER FAREMOS
AMOR, SUAS PALAVRAS ME PENETRARAM.
E GOZAREMOS TODOS JUNTOS
A HIPOCRISIA DO SÉCULO QUE ME AFOGA.

SERÁ  TARDE E O SOL
JÁ TERÁ  IDO,
NA RUA DESERTA ANDO
COM MEUS FANTASMAS


GRITAREI MAIS ALTO
NINGUEM ME OUVIRÁ,
DESCEREI MAIS BAIXO
 NO PORÃO  DE MINHA ALMA.
 
         LEVANTAREI?
Ricardo Portero
Enviado por Ricardo Portero em 21/09/2007
Código do texto: T662934

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citeo nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardo Portero
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
4672 textos (93813 leituras)
2 e-livros (123 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 23:12)
Ricardo Portero