Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Anjos em chamas

Queimo nossos altares decadentes
Sempre sorrindo, sempre desejando
Com mil beijos de sonhos sorridentes
Sorridentes memórias vão se amando.

Mas como Deus permite essa heresia?
Como os seios desnudos palpitantes
Choram com tanto ardor e simpatia
Que tornam e transformam meus instantes?

Vejo a paz desses céus se desfazendo
A cada pena ardendo de luxúria
A cada recital que vai gemendo
Com tamanha lascívia e tanta fúria.

É o final dos teus tempos solitários
Somos novos pecados necessários!
Fabio Melo
Enviado por Fabio Melo em 22/09/2007
Código do texto: T664213

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fabio Melo
Santo André - São Paulo - Brasil, 33 anos
799 textos (270358 leituras)
6 áudios (1651 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 15:53)
Fabio Melo