Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM SONHO DE PRINCESA

By Regilene Rodrigues Neves

Você
É o equilíbrio entre o sol e a lua
O dia e a noite
Faz de mim princesa
E acolhe-me em tua alma
Dá-me proteção e segurança
Faz-me sentir mulher amada e querida!

Faz-me viajar em sonhos
E atingir quimeras...
Eleva m’alma a sua essência
Dá-me vida e ostenta meu estrelato
Na significância da plenitude!

Amigo
Que confidencio o âmago
Que me equilibra e me transporta
A submissão dos teus atos
Sou teu brinquedo mais raro e mais caro
Porque o torno homem
Amado e desejado
Feito poesia e arte
Desenho e contorno tua alma
Para sugar-te a essência
Que é pra mim o néctar pujante
Que o dou em criação e êxtase
Que atinjo quando tu me realizas
Como mulher, companheira e fêmea!

Sou tua
E rendo-me a qualquer gesto
Posso ser tua amiga
E ser-te amante
Cheguei a ti como imperatriz
Mas posso ser-te mulher para todo sempre!

Terás de mim
A fidelidade do amor
E a astúcia de um animal indomado
Mas compreenderas que este animal
É fruto de uma geração doente
Que suas garras felinas
É sua arma contra a dor
Mas nesse animal esconde um coração
Capaz de compartilhá-lo a um simples gesto de amor!

Na face traz a luz
Que doa num sorriso
Veste-se de palhaço
Para cultivar sorrisos
Pois a tristeza é a ferida da tua alma
E dela foge a galopes
Ás vezes desce ao lúgubre
Do teu íntimo, mas é para levar flores...
Aos fenecidos e renascer
Com todo esplendor da primavera
Assim sou, assim tu és pra mim!

O mistério
Que me fascina, a altivez e o equilíbrio...
Porque não temo quem és
Desconheço teu passado
E do teu presente só tenho amor
Talvez transpira perfeição e desconfiança
Em tanta gentileza!
Mas toco-te com a alma
E ela te purifica das impurezas
Se as existirem, não as temo,
Pois sou haste fincada em escombros!

Já fui cinzas queimadas em mata virgem
Já renasci de gestação e geração
Mal concebida e enfrentei abandonos
Já conheci as carências da vida
Hoje estou lapidando a pedra bruta
Pra que um dia ofereça-te o mais raro diamante
Se no caminho se quebrar
Juntarei os pedaços que farão parte
De um conto de fadas
Nos sonhos de alguém
Que por sol e luas
Fora princesa!





 

 




   


 





regipoeta
Enviado por regipoeta em 02/11/2005
Código do texto: T66428

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
regipoeta
Goiânia - Goiás - Brasil, 54 anos
1312 textos (134409 leituras)
22 e-livros (7176 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:46)
regipoeta