Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Devaneio, Seu cheiro Ficou em mim.

 

Sinto o cheiro do perigo
Nos olhos da inocência
Sinto o seu coração pulsando
Quando estou em sua presença

Não sei se isso é o que vejo
Não sei se vejo o que sinto
Será tudo devaneio?
Ou o que diz o meu instinto?

Um olhar de menina espevitada
Num contraste de mulher linda
E muito bem comportada
Horas vejo esta mulher
Horas vejo a espevitada

Na boca dela o desejo
Dos lábios lindos e carnudos
Eu imagino um beijo
Esse cheiro de criança
Essa pele bem morena
Este olhar que me encanta
Mulher, criança, serena

Um sentimento bem novo
Uma emoção muito forte
Você chegou de repente
Trazendo-me muita sorte
Contigo veio à alegria
Contigo veio o sorriso
No pouco que estamos juntos
Sinto-me no paraíso


Parece que voltei no tempo
Em você só vejo flores
Em mim sinto algo estranho
Do tipo que alivia as dores

Um sorriso de menina
Um jeitinho de criança
Um carinho que conquista
Uma afeição que encanta
No seu jeitinho de falar
Senti você me admirar
Com o seu dengo de mulher
Conseguiu me conquistar

Você me olhou e sorriu
Eu tive que disfarçar
Percebi você em mim
Não tive como evitar

Brincadeira de criança
Coisa séria de sentir
Seu sorriso me alegrou
Seu cheiro ficou em mim
Seu cheiro ficou em mim

Seu cheiro ficou em mim
Cinho
Enviado por Cinho em 23/09/2007
Reeditado em 04/08/2009
Código do texto: T664347

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cinho
Mauá - São Paulo - Brasil
111 textos (5497 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 20:38)
Cinho