Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NOS BRAÇOS DA NOITE

@ texto de Regilene Rodrigues Neves

Ah! Desejo inflamado
Corpo insano cheio de vontades
Fantasias despem meus pensamentos
Percorre voraz o prazer
Que é fazer amor com você...

Sentir tuas mãos gentis em meus caminhos
Percorrendo livres picos e montanhas
Curvas e estradas sinuosas de desejos
A paixão latente derrubando preconceitos
Feito loucos nos entranhamos
Entrelaçados de volúpia...

Lábios molhados
Línguas atrevidas
Na mistura do beijo ardente...

Roupas arrancadas  no extinto
Os sentidos na pele
Sedento da posse
Indomáveis, selvagens...
Dois amantes do amor!

Somos um na mistura dos sexos
Libertos ante o leito nu
Palavras sussurram obscenas de caricias
Mas sempre gentis de poesia
Porque o sexo é a poesia do amor
Ora arrebatador feito animal em acasalamento
Ora plácido de emoções de ternura
Doamo-nos sem pudores...

Ficamos expostos aos céus e a lua
Coberto de estrelas em vigília da noite
Que nos concede carícias para amar
Esse amor tomado de loucuras de amantes...
Poros e pêlos se deliciam no calor suave
Da língua que me percorre...
Lambe o lóbulo da orelha que me assanha
Arrepios contínuos no calor do lábio que me deseja
Mordisca, solta o sussurro e os gemido são vertentes
De dois corpos se amando...

Toma meus seios hastes erguidas
Picos flamejantes em tuas mãos
Que firmes os possuem para que o lábio e a língua
Circundem na aureola febril da tua seiva...
Meus gritos ecoam no silêncio
O prazer é sentido na dança
Seguida nos passos que exploram...
O pedido consumado nas mãos que cravam
Quando os corpos deixam-se levar
No bale que traz para dentro de si
Todo fogo que explode e queima
Goza tomado de fantasias vencidas
No caminho da sedução rendidos de amor...

Queremos mais...somos tomados de carinhos
Que nos torna únicos neste momento
Envolvidos de corpo e alma
O sexo pronuncia a palavra do amor
Juntos dão sentidos inexoráveis aos desejos
Cujo o significado entranha-nos famintos de amar...
Cada vez mais...cada vez mais...
Até que o êxtase se sacie
E a noite adormeça nos braços do amor!

Em 02 de outubro de 2005
regipoeta
Enviado por regipoeta em 02/11/2005
Código do texto: T66490

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
regipoeta
Goiânia - Goiás - Brasil, 54 anos
1312 textos (134394 leituras)
22 e-livros (7176 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:44)
regipoeta