Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VERSOS RABISCADOS

Versos rabiscados

 

Queria ser audaz como  o vento.

Audaz, como nunca fui

Adentrar-te pele e pêlos,

E revolvê-los.

 

Queria ser voraz como um cão.

Voraz, como  nunca fui

Abandar-te da água  e da alegria

E depressa, sorvê-los

 

Em contraponto, queria ser delicada.

Delicada e formosa, como nunca fui

Solapar o perfume e a candura da rosa

E ofertá-los a ti, em elegia

 

Mas, sou pretensa.

E pretensa, persigo a arte de ser poeta

( Poetas adereçam  os desígnios da alma

Rabiscam os versos com a ponta dos dedos,

E os apagam com a palma.)

Renato D Oliveira
Enviado por Renato D Oliveira em 23/09/2007
Reeditado em 12/11/2008
Código do texto: T665153
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Renato Dieckson). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre o autor
Renato D Oliveira
Gurupi - Tocantins - Brasil
2228 textos (188157 leituras)
2 áudios (432 audições)
2 e-livros (204 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 05:26)
Renato D Oliveira