Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TORMENTA

     

Um veleiro singrando em
mares revoltos, o quadro
encenado representa
muito bem, o que foi que herdei...

Enquanto a tempestade
não cessar, mais uma
uma embarcação velejando
à deriva, e sem
saber onde parar.

Mas quando a bonança chegar, vou
reparar seus estragos,
para que não venha a soçobrar
em futuros fracassos, se houver.

Então, o barco de
pequena proa, terá um
 um rumo certo e seguro em
sua rota, para que eu jamais esqueça
os efeitos de uma recém tormenta.

Assim, nunca mais, mas nunca mais
mesmo, vou me entregar
sem antes conhecer
a direção, sem antes definir o
obstrução marítima...




   
                     


 
 

   





Wil
Enviado por Wil em 23/09/2007
Código do texto: T665173
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wil
São Paulo - São Paulo - Brasil, 82 anos
2729 textos (85954 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 01:48)
Wil