Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando choro...


Nesta alma que ama
Incondicionalmente, sem medo
Na dor que aqui se implanta
Eu já não vejo mais nada
Senão tu e este amor
Que sai directo da alma
Directo do coração apressado
Como flechas, acertando, magoando
Dos meus olhos saem lágrimas
Já não são de alegria mas dor
A dor deste amor, que cada dia
Se torna mais cruel e agreste
Talvez inseguro e desconfiado
Dizes que não queres que escreva
Dizes que não queres que fale
Tudo o que eu faço, tudo te desagrada
Nada esta bem, desconfias, vigias
Até da minha sombra, da minha voz
Talvez, não seja amor, seja insano
Talvez, seja possessão, quem sabe...
Talvez, quando me perderes
Pois já esta bem próxima esse dia
Que eu rasteje e implore, cansei
Porque amor não é assim
Amor é algo bem acima da dor
Dos ciúmes e da desconfiança
Amor é dar sem cobrar, amando
Pois só assim receberas em dobro
O amor que possas exigir...
Betimartins
Enviado por Betimartins em 24/09/2007
Código do texto: T666672

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Betimartins
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
1675 textos (97472 leituras)
9 áudios (899 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 04:57)
Betimartins