Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
ABANDONO

Hoje me sinto no abandono
Sem te ver ou te ouvir...
Sinto-me como ave sem dono
E sem ter esperança no porvir.

Sei que meu ninho não foi desfeito
Que ainda bate em seu peito
A chama de um amor
Que outrora nos uniu
Esperando teu carinho
Agarro-me neste pontinho...
Da esperança que ainda restou.

A saudade me diz
Que pensando em mim você está
Procurando um jeitinho de nos encontrar
Para falarmos do amor
Trocarmos os nossos beijos
A luz de um grande luar.

Amor que bate no peito
É um amor sem igual
Ficará melhor quando for levado ao leito
Num cortejo nupcial.

Quem dera não demorasse tanto
Este tão esperando encontro
Para a sede matar
Sede de muitos carinhos
E também muitos beijinhos
Que estou a desejar

Venha logo sem demora
Não vê que o mundo lá fora
Está a nos esperar...
Vem depressa num lampejo
Aplacar o meu desejo
De somente te amar.
ANGELICA ARANTES
Enviado por ANGELICA ARANTES em 24/09/2007
Reeditado em 24/09/2007
Código do texto: T666684
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ANGELICA ARANTES
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
4373 textos (289531 leituras)
72 e-livros (3873 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 10:06)
ANGELICA ARANTES