Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ferido


Se tu choras por mim não
te desonres
Anda mais

Amor meu, tu jamais terá
Abravastes meu peito com tamanha
Força que viraste pedra

O consolo de ti e que outro
alguém não amarei jamais

Outrora amei-te tanto que
não vi teus desencantos

O brilho do meu olhar se apagou
Hoje só me resta recordar de um amor
distante Que jamais irá voltar

Irei pra longe talvez lá bem distante
meu dia retornará trazendo a luz que
fugiu do meu olhar

Carlos Antonio
Enviado por Carlos Antonio em 25/09/2007
Reeditado em 04/10/2007
Código do texto: T667455

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Antonio
Brasília - Distrito Federal - Brasil
67 textos (1953 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 09:43)
Carlos Antonio