Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

nada é impossível para o amor

quando voce pensa que está sendo dominada pelas trevas,aí é que entra o amor.
nada é impossível nesta vida
basta querer lutar para conseguir a completa eternidade
nada é impossível para o amor
quando voce está totalmente ferida pelo rancor
nesses momentos todas as flores se curvam diante do amor
porque nada é impossível quando voce realmente sabe amar
mas não é possível quando voce não possui fé
és mais um gesto de morrer por voce
és mais um pedido do coração banido
és mais um tempo do beijo sem gosto de paixão
és mais uma essencia do teu ser
nada é impossível para o amor
quando voce está na solidão
é nesse momento que o amor lhe mostrará a luz da razão
por isso nunca duvide do amor
nunca lhe diga:eu desisto, eu não mereço e eu não consigo julgar-me por isso.
quando o simples se torna verdadeiro
quando o verdadeiro se torna falso
é nesse intervalo de tempo que o amor saíndo das nuvens aparece
nada é levado a sério pelos olhares daqueles que não sabem amar
na ausencia do medo o pecado conta-me segredos que eu nunca descobri sobre voce.
navegando pelo mar da calmaria
onde o tempo me mostra a estupidez de uma harmonia
onde nunca poderemos sequer ver a luz das estrelas
não poder sequer trocar cartas de amor
não poder sequer gritar pela dor que eu senti em perder voce, minha mulher.
anjos glorificam o teu nome
muitos se foram
poucos ficaram
mas nenhum deles conseguiu salvar o amor
mentiras povoam nossas mentes
na decadencia de um futuro próximo
eu perdi a vida
num simples gesto daquele olhar
eu perdi a alma
num simples gesto da paixão
nada é impossível para o amor
quando nunca podemos compreende-lo
quando nunca conseguimos evitar as feridas que causamos nele
quando a esperança não está dispersa
tão verdadeiro foi aquele amor
que nunca sequer acreditamos nas suas palavras
todas as idéias foram jogadas ao vento
todos os sentimentos se perderam no mar de ilusões
eu que nunca duvidei do amor
nunca sofri as suas consequencias
todos os beijos se perderam na corrente do inferno
todos os belos momentos se perderam no reino do ódio
nada é para sempre
assim como tudo não é para a vida toda
meus olhos brilham quando entram em colisão com o amor
meu espírito é julgado pelos justos
minha alma é enganada pelos ímpios
o puro desespero do coração destrói a mais bela flor
e voce, onde estará nesse momento
e:nada é impossível para o amor
quando verdadeiramente sabemos aproveitá-lo.


Dom Abreu
Enviado por Dom Abreu em 25/09/2007
Reeditado em 25/04/2008
Código do texto: T667987
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dom Abreu
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, 32 anos
3808 textos (123220 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 22:08)
Dom Abreu