Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor sem juízo

Ao seu lado descobri o amor o sentimento puro e límpido
Lembro dos nossos encontros secretos e sigilosos
Das nossas risadas quando contava uma piada
Lembro-me de quando você me amava, o jeito que
Mexia meu cabelo
Que ficava sem jeito quando me olhava

Mas tudo isso acabou da forma dura e violenta
E esse amor tornou se sem sentido
Tiraram meu coração com as mãos
E despedaçaram em cacos de vidros
Jogado no chão onde ele se encontra

Esse amor era a minha fraqueza o único que me domava
Agora o que me resta é essa dor no peito a angustia
Mata-me e prende-me numa solidão, onde não vejo saída.
Hoje me entrego aos prazeres da vida mundana e ressarcida
Fazendo de conta que ainda me resta em algum lugar
Ou ainda em meu coração que sirva para amar.

Ilia Noronha



Não julgues ninguém, pois este julgamento depende de seu interior! Que é seu juiz e também o juiz dos outros (Elio Candido de Oliveira –Ibia - MG)
Ilia Noronha
Enviado por Ilia Noronha em 25/09/2007
Código do texto: T668435

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ilia Noronha César Neta). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ilia Noronha
Manaus - Amazonas - Brasil, 33 anos
609 textos (49720 leituras)
7 e-livros (3258 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 04:32)
Ilia Noronha