Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SENTA...

Para ouvir a voz macia
no teu ouvido sussurrando amor.
Quase um apelo para ficar comigo.

Por que não deixava a minha mão
grudar na tua?
Por que tanta rejeição
ao meu carinho?

A resposta não vinha.
O mais que conseguia na
despedida era dizer boa noite,
até amanhã.

Na ânsia louca de te conquistar,
respeitava tua inocênia
disfarçava minha vontade
de te possuir.

Hoje, depois de tanto tempo,
agora és minha.
Peço que fique bem pertinho
para fazer contigo
o que tanto eu queria.
Gildete Vieira Sá
Enviado por Gildete Vieira Sá em 26/09/2007
Código do texto: T668894
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Gildete Vieira Sá
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil
1255 textos (28207 leituras)
1 e-livros (113 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 11:22)
Gildete Vieira Sá