Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Borboleta lilás!

Seus olhos convidam, loucuras...
Sua boca alicia em sabor natural,
Seu perfume alucina,
Seu jeito promete ternuras,
No sorriso cativo, cometo desejos...
Você é a mulher ideal!
Vejo-te assim, Menina...
Linda, colorida, faceira,
Borboleta de meu jardim.
Traz alegria para minha vida,
E saudades que sei que vão doer.
Procure um rio, pequeno que seja...
Que dou meu jeito, Vou te buscar.
Levo-te em meu barco para onde quiser...
E se seu desejo for à ilha deserta,
Afundo o barco assim que lá, ele chegar!
Não sei se vai ser amor para sempre,
Minha linda borboleta.
Mas como dizia o Poeta,
Que seja eterno enquanto dure!
Assim, proponho:
Amor cristalino tanto quanto aquele rio,
Profundo, tanto quanto o mar navegado,
E lindo, tanto quanto o seu olhar!


















paulo cesar coelho
Enviado por paulo cesar coelho em 04/11/2005
Reeditado em 26/10/2009
Código do texto: T67128

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
paulo cesar coelho
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
2589 textos (470847 leituras)
57 áudios (6064 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:41)
paulo cesar coelho

Site do Escritor