Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ÂNCORA

Âncora

Meu barco ancorou
Entre a areia e o mar
No instante do seu olhar
No momento do seu amor
Entre a sombra e a dor
Sob o céu estrelado,
À vista do mar iluminado
pela luz de uma estrela cadente...
Entre o deserto e a flor...

Em um novo mundo, em uma nova dimensão...
De verdades menos palpáveis,
De sorrisos mais internos,
De sonhos se realizando,
Ternos, serenos, imensos, intensos...

Meu barco ancorou em um porto distante
Porto livre de espantos,
Porto mágico de encantos...
Lá eu pude ser eu e cantar...
Sentir imenso amor e me encontrar...
Sonhar e realizar...
Amar, amar e amar...

Lindo porto de mansidão...
Onde a eternidade é verdadeira
Onde a felicidade brinca com o tempo
E impera a força do coração
E as angústias são levadas pelo vento.

Porto de céu, de mar
De sol, de vento, de lua...
De estrelas, de beleza...

Porto de dar as mãos...

De sonhar juntos, de fazer juntos
De ser juntos...

Minha âncora...

Minha âncora...
Ancorou-me no porto sereno e doce da magia do amor...
Permitiu-me saciar a sede de ser feliz...
Ensinou-me a acreditar no sempre...

Minha âncora...
Ancorada agora está...
Não mais em meu barco...
Deixou-me livre a navegar...
Obrigou-me a partir do porto do encanto

Barco segue...
Encontra luz, encontra brisa
Agora vê o arco-íris
Depois de passar por grande tempestade...

Segue barco, segue barco...
Sem âncora...
Goze dos dias de calmaria
Enquanto longe está o temporal...

Não há mais âncora...
Perdi a direção do porto...
Não parei ainda de navegar...

Gira mundo, gira barco...
Naufrague um dia no porto da magia,
no porto do encanto...
Onde ainda há meu canto...
Onde chorei meu pranto...
Onde eu, de verdade, me encontro.

Débora Andrade
Débora Andrade
Enviado por Débora Andrade em 27/09/2007
Reeditado em 21/06/2008
Código do texto: T671410
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Débora Andrade). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Débora Andrade
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
312 textos (15456 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 00:32)
Débora Andrade