Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PEDAÇOS DE ETERNIDADE

A alguém que me mereça, a Ti à Amizade, ao Amor, aos meus novos amigos e amigas que me ajudaram a encontrar Deus
                         PEDAÇOS DE ETERNIDADE
Eu não sei
Se hei-de te amar
Ou se
Deixar
Que me escapes
Como a areia que beija o mar

Estava à tua volta
Não sabendo tu realmente
Se a mim
Se ao vento
Pertences

Amo o sol
Amo uma forma de Deus
Amo-te a Ti
E por isso nunca saberei
Chegada a altura certa
Para te dizer Adeus

Porque fazes parte de mim
Como a alma
Como o coração
Como a letra que falta
Numa incompleta composição
Em que o “Tu”
Faz par com o “Eu”
Na dança da felicidade perpétua
Que cada um de nós merece
Ou mereceu

Por isso eu rezo
A todas as horas
Sem mesmo em tal
Reparar
Sabendo
Não sabendo
Na realidade furtiva
Qual realmente
O meu lugar

Fazendo na minha pele
Tatuagens de areia
Com o teu nome
Que o tempo
Ignoro se irá apagar
Sei que estimo
E é essa a minha religião e ofícios divinos
Que a Eternidade
Há-de guardar
Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 29/09/2007
Código do texto: T673988

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5147 textos (173412 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 03:31)
Miguel Patrício Gomes