Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INTIMIDADE

Nas horas mortas da madrugada,
Nas horas em que a dor é mais sentida,
Nas horas de plena angústia,
É que tenho mais amor à vida.

Nos momentos de aflição incontida,
Nos momentos de íntima pureza,
Nos momentos de vagaroso sofrer,
É onde encontro a minha grandeza.

Nos instantes raros da meditação,
Nos instantes vulgares da satisfação carnal,
Nos instantes santos da entrega divina,
É que mais cresce em mim crença espiritual.

Nos minutos de cruel tortura,
Nos minutos de sofrida solidão,
Nos minutos de penosa insegurança,
É que me despojo da suja ambição.

Nas horas antecedentes à aurora,
Nas horas que antecedem o amanhecer,
Nas horas que sucedem o sol matinal,
É que se encontra a razão de viver.

1.980
JOSE LINS
Enviado por JOSE LINS em 30/09/2007
Código do texto: T674423
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Áudio
INTIMIDADE - JOSE LINS
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JOSE LINS
Lins - São Paulo - Brasil, 62 anos
499 textos (31838 leituras)
26 áudios (1988 audições)
4 e-livros (116 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 05:48)
JOSE LINS