Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Primeiro amor...

Moça, bela, feia, não se sabe quem és,
Procura onde não há,
sorri e chora, mas ninguém vê.
Amor às escuras, o que mais lhe convêm,
Pois gosta somente Dele.
Pobre moça, bela, feia, vaga solitária pela vida
Sempre acompanhada de amigos.
Muitas roupas ela tem, mas nenhuma lhe convém.
Seu quarto escuro, bestas feras atormentam seu sono insano,
Dia após dia, luta contra tudo e todos, mas não consegue vencer.
Infeliz moça, bela, feia...

Carlos Antonio
Enviado por Carlos Antonio em 02/10/2007
Reeditado em 04/10/2007
Código do texto: T676958

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Antonio
Brasília - Distrito Federal - Brasil
67 textos (1953 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 19:13)
Carlos Antonio