Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fuga

Tento fugir de mim mesmo,
E de ti,
Vivo nessa tresloucada fuga
Tudo me lembra você
Vejo tv, de nada adianta,
Leio então, também não resolve,
Vou pro computador, internet, jogos,
E nem mesmo assim,
Paro de te buscar.

É madrugada,
Todos dormem,
O silêncio da noite invade a minha alma
Dormir não consigo,
Então vagueio,
E nas andanças de minha mente,
Sempre estás presente.

Fecho os olhos,
Te vejo, vestido estampado de marrom e bege,
Sandália de dedo, com pequenos detalhes na correia que a prende a teu pé.
Teu cabelo, às vezes solto, às vezes amarrado à altura da nuca,
Bijuterias lindas recaem sobre teu dorso, e teu pulso,
Opa,
Hora de fugir novamente.

Busco a folha de papel, converso com ela,
Ela me ouve,
Não concorda, nem discorda,
Mas me é o ombro amigo da madrugada,
E sigo neste monólogo,
Até que o sono me venha,
Acabo dormindo sobre ela.

Amanheceu, é dia,
Ouço pássaros, o vento bate em minha janela,
O brilho do sol invade meu ser,
O barulho do dia me preenche,
Renasço.

Nele, também continuarei fugindo,
Mas a fuga não é mais solitária,
Tenho vozes, agitação,
Tenho agora doze horas,
Buscarei nelas toda a energia,
Pra que à noite acelere o ritmo de minha fuga.

Pra onde irei?
Tudo já tentei!
Como fugir de ti, se és tu que me preenches?
Tenho vontade de correr,
Mas correr pra onde?
E ainda, até quando?

Marlon Oliveira
Marlon Oliveira
Enviado por Marlon Oliveira em 02/10/2007
Código do texto: T677727

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marlon Oliveira
Imperatriz - Maranhão - Brasil, 44 anos
23 textos (1254 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 08:43)
Marlon Oliveira