Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Letras 0169 - Por enquanto...



 

Imagine um caminho qualquer,

uma mão para te apoiar,

a volta do sol de manhã

passando pela lua feita de açúcar.

 

 

Não tenho que voltar amanhã,

é só deixar o medo,

seguir e seguir somente

o sentimento me acolhe.

 

 

Nem sempre o amor fica longe,

não percebemos as distancias,

o corpo é o céu onde vivemos,

por mais estranho que pareça.

 

 

Sou animal, sou apenas animal,

minha coragem está escondida no medo,

tento não fugir dos meus escuros,

mesmo quando o amor parece terminar.

 

 

Quando amanhece sou imaginação,

o desejo é de realizar,

não só os sonhos passam,

até que um dia algum deus me olha.

 

 

Imagina o céu, minha casa,

meu corpo feliz dentro d’outro,

amar é viver, ainda aprendo,

por enquanto vou caminhando...

 

 

02/10/2007

Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 02/10/2007
Código do texto: T677792
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 69 anos
4429 textos (116798 leituras)
1 e-livros (168 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 20:51)
Caio Lucas