Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CINDERELA URBANA


CINDERELA URBANA

Saudades dos beijos que não provei
Gosto de maçã ácida na boca
O carinho que não te dei
Esta sensação deixa-me tão louca

Recordações daquilo que não vivi
Cenas imaginárias, tantos pensares
Amo-te, mas nunca fui de ti
Estás aqui, lá, algures...

Minha pele exala teu aroma
Cinderela urbana, pobre dama
Gardênia, perfume que inebria

Sonhos infundados, mulher maravilha
Tu és o bandido e eu a armadilha
A te procurar te amo todos os dias!
Tânia Mara Camargo
Enviado por Tânia Mara Camargo em 03/10/2007
Código do texto: T678684
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Mara Camargo
Jundiaí - São Paulo - Brasil, 60 anos
508 textos (17516 leituras)
7 áudios (413 audições)
1 e-livros (32 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 06:31)
Tânia Mara Camargo