Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olhos Negros

Aqueles olhos negros que vigiam
e me olham, sempre quase atordoado
são olhos fáceis, dizem não, mas não diriam
se estivessem aqui olhando do meu lado

buscariam um prazer mais rebuscado
e um prazer nunca sentido, sentiriam
a candura do seu beijo, que é passado
mil loucuras tão perversas, falariam

o teu corpo, os meus lábios beijariam
tua pele, nosso caso, mal cuidado
aos nos ver, todos eles saberiam
que é você o meu sonho almejado

e sonhar com teu beijo, delicado
em beijar-te, suas roupas rasgariam
a candura do seu beijo, que é passado
no passado que os meus olhos mais sorriam
Bruno Salim
Enviado por Bruno Salim em 03/10/2007
Reeditado em 03/10/2007
Código do texto: T678695
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bruno Salim
Vila Velha - Espírito Santo - Brasil, 28 anos
103 textos (3497 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 01:33)
Bruno Salim