Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR a POESIA

 

 

Respiro

o sonho mutante dos poetas

o perfume açucarado das pétalas

a brisa preguiçosa das manhãs

a beleza das borboletas bailarinas

o vai e vem apressado das meninas

a musica que vem dos apaixonados

o aroma que vem do café expresso

o silencio que descrevem os tímidos

a paisagem abstrata e o inverso

o preto e branco nas fachadas

a rua deserta de pessoas estressadas

o canteiro repleto de flores e de gatos

o sol nos becos derrubando muros

a lua nas noites inventando mundos

a cegueira nos olhos dos automóveis

a lucidez na mente dos vividos

a tristeza nos que vivem adormecidos

a alegria nos que respiram aliviados

a embriagues dos loucos missionários

a sensatez dos monges filósofos

a coragem das mães que são pais

a fragilidade das meninas que são mães

a estupidez dos homens que matam

o futuro nos homens que plantam

a incerteza no semblante dos que morrem

a esperança nas mãos dos que nascem

a metamorfose na linguagem...

 

 

ULISSES de ABREU
Enviado por ULISSES de ABREU em 03/10/2007
Código do texto: T679196

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite nome do autor e endereço para o site). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ULISSES de ABREU
Viçosa - Minas Gerais - Brasil
608 textos (207640 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 18:58)
ULISSES de ABREU