Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Acorda, amor!

Eu te amo tanto que nem sei
Se me aproximo ou distancio
De ti, se ofereço este sorriso.
Se te nego abraços e beijos
E me fecho neste mundo
De doces ilusões e lampejos.

Sei, porém, que posso te amar.
Sem de ti me aproximar, teu corpo
Tocar, sem teus beijos deliciar,
Em teus braços me aconchegar
E em teu sorriso permanecer.

Posso fraterno amor te oferecer
Com ele tudo pode ser melhor
Sem que me aceite te amar
Assim, serei como a gota de orvalho,
Que se desfaz antes do sol nascer.

E com este amor platônico talvez
Alcançaremos o céu, planeta sensato,
O enigmático querer, verdade inatingível,
Sonho colorido, algo a se realizar,
E o sofrer para sempre desvendar.

Bom dia, amor! Sentes sobre
Esses lençóis macios e termines-te
De acordar, lá fora o dia está lindo
E não demora a felicidade chegar...

R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 04/10/2007
Reeditado em 05/10/2007
Código do texto: T679867
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3197 textos (82896 leituras)
2 e-livros (438 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/11/17 13:11)
R J Cardoso

Site do Escritor