Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O MEDO DE AMAR

Mesmo sabendo que a vida é um jogo, me conforto com o trono da beleza interior,
Este rei insólito da paixao, que me faz um instrumento visivel do amor.

Saberei que a corte e o soberano sentimento pode se esconder assim como faz as sombras.

Temo os dias mais tristes sem você.

Mesmo de longe posso senti-la, mesmo que esteja carnalmente envolvida...

Sinto o orvalhar das suas lagrimas e o seu desejo por mim,  vitrificamo-nos o nosso futuro encontro espelhando-se em almas eternas.

Este amor que nao ouço, nestas silabas que se formam no horizonte da loucura, me enxergam em frases contidas dentro do peito.

Você está cada vez mias perto de mim, e foge com a beleza de uma gazela.

Eu quero que tudo ocorra sutilmente em nossas vidas,

Até o grande medo abater-se,

Vem! Eu estou aqui por você.
Gueko
Enviado por Gueko em 04/10/2007
Reeditado em 04/10/2007
Código do texto: T680177

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gueko
São Mateus - Espírito Santo - Brasil, 51 anos
815 textos (34029 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 21:00)
Gueko