Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minha menina

Ela está perdida num tempo que não conheço,
E presa dentro de mim de um jeito estranho,
Me visita nas noites frias, alegra, e me deixa triste,
E me desespera na saudade de algo que não existe,

Abre a geladeira, fecha a porta, joga as meias no chão,
Me sorri no canto, no alto, do lado, deitada,
Apaga da minha memória as tristezas,
E cria um desejo estranho de não ter certeza,

Porque caminha sozinha, se quero te dar minha mão,
um vento de pipa, um abraço, todo meu coração?
Porque choras se quero rezar por você, que não vem?
Só quero te dar um amor do tamanho da imensidão.

Me mostra um caminho que achei que não existia,
Deixa eu medir os riscos de nossas mãos, a cor dos nossos olhos,
O tamanho das nossas orelhas, de nossos pés,
Exista pra mim, nesse amor, como chão pra quem anda a pé,
Como Deus pra quem tem fé.
Vavelar
Enviado por Vavelar em 04/10/2007
Código do texto: T680432
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e colque link para página original.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vavelar
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 31 anos
68 textos (5767 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 21:32)
Vavelar