Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PRECISO TE OFENDER

Preciso te  ofender
Pra ver se tu me esqueces.
Só, que não lembro que eu,
Sou quem não te esquece.
Mais uma vez, te peço perdão. E por favor!
Deixe as coisas, apenas acontecerem.
Não era preciso repetir nada,
Tudo já havia sido dito, nós sabíamos.
QUE PENA...Não acreditei, mais uma vez,
Na mulher que tu te transformastes,
Nas idéias e nos pensamentos.
Preciso me convencer
que vives sua vida e muito bem.
Não posso compreender meus medos,
quando tu, só me dá certezas
para não tê-los.
Quando penso que me livrei deles
reaparecem, sempre quando
estamos nos melhores momentos.
Magoei-te muito, e estou pronto para entender.
Seja como for!
E se apareceres emburrada, enfezada,
ou sumires, vou entender,
Isso custa a passar, mas se passar!
Não me negue o teu sorriso,
É dele, a minha única certeza
para as minhas súplicas.
Nunca vou tratá-la como amiga,
tu já és muito mais
que as nossas vivências.
O tempo, não foi lá muito amigo,
nas nossas vidas e nascimentos.
O que pra você, é passageiro,
mete-me muito medo,
de  magoar-te, como te fiz agora,
impensadamente.
Tu és um convite às coisas boas,
As melhores coisas da minha vida,
Por me fazeres sentir amado, desejado.
Nunca vou lhe fazer-te mal,
Perdoa-me, e dai-me,
O teu sorriso.
 
Lázaro Ferreira
Enviado por Lázaro Ferreira em 04/10/2007
Reeditado em 09/10/2007
Código do texto: T680710
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lázaro Ferreira
Salvador - Bahia - Brasil
62 textos (4701 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 12:40)
Lázaro Ferreira