Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O perdão é relativo

A saudade é fato
O amor imprevisível
O coração um ato
O medo a incerteza
A vida com pureza
Vinda de uma paixão
Coração terra que ninguém pisa
Mas o amor nele usa e desliza
Fazendo ser, uma forte ilusão
Fagulhas de uma paixão
Em terra de ser gigante
Brilhos de estrela, luz flutuante
Inanimada serei de amor
Chuva de estrelas cadente
Ares de uma amor sAno e insAno quase demente
Usada por um coração
Deixo você me manipular
Por amor, e por amar
Marionete de um coração
Apaixonado e sem razão
Nos braços da ilusão
Amo-te muito minha doce emoção
Você, só você, move com tanta destreza
Particúlas, cintilantes da minha paixão...

Cláudia Franco
lindamulher
Enviado por lindamulher em 05/10/2007
Reeditado em 27/03/2008
Código do texto: T681135
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cláudia Aparecida Franco de Oliveira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lindamulher
Itirapina - São Paulo - Brasil, 58 anos
1582 textos (130690 leituras)
3 áudios (323 audições)
4 e-livros (305 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 11:58)
lindamulher