Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MENSAGEIRO DO AMOR

Meu amor foi morar longe.
O tempo tornou-se pouco
para conversas, planos.

Na minha inquietude
queria ficar pertinho.
Não podendo acontecer isso,
procurei um mensageiro.
Seria a ponte entre nós.

Foi uma bênção divina.
A cada semana
seguia o pombo-correio
com a missiva na mão
para entregar ao amado.

A resposta envolvia-me de felicidade.
Quantos escritos declaravam
amor, paixão, loucura
de um homem enamorado.

Nosso amor foi aumentando.
À distância nos unia mais.
A saudade era vencida
com as mensagens explícitas
de ternura, desejos...

O que seria de nós?
Não fosse o portador.
Gildete Vieira Sá
Enviado por Gildete Vieira Sá em 05/10/2007
Código do texto: T681523
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Gildete Vieira Sá
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil
1243 textos (28003 leituras)
1 e-livros (113 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 11:57)
Gildete Vieira Sá