Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUERO SABER QUANTAS BOCAS BEIJOU

QUERO SABER QUANTAS BOCAS BEIJOU
O BATOM É O MESMO
SEU O AMOR FOI MEU POR UM DIA
HOJE NÃO SEI NÃO
QUANDO CAI A NOITE
SINTO A SUA BOCA NA MINHA
PELO GOSTO DO BATOM
ONDE ANDARÁ ESSA BOCA?
QUE UMA NOITE FOI MINHA
ESCUTO UMA MÚSICA AO FUNDO
A NOSSA QUANDO DANÇÁVAMOS
COMO UMA VALSA DOS QUINZE ANOS
SEU AMOR FOI UM SONHO
HOJE VIVO DE RECORDAÇÕES
SEM SABER PARA ONDE FOI VOCÊ
QUANDO VEJO UMA BOCA PINTADA
LEMBRO DOS SEUS BEIJOS
AFOGANDO ASSIM OS MEUS DESEJOS
DELÍRIOS DE UMA CAMA QUENTE
A NOITE ERA FRIA LÁ FORA
MAS OS NOSSOS CORPOS
QUEIMAVAM COMO VULCÃO
EM ERUPÇÃO
ASSIM NÓS VIVÍAMOS
DIA-A-DIA
DE PAIXÃO


Milton Nunes Fillho
Enviado por Milton Nunes Fillho em 06/11/2005
Código do texto: T68165
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Milton Nunes Fillho
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 55 anos
1141 textos (460487 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:10)
Milton Nunes Fillho