Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Letras 0177 - Esperança


 

 

Hoje quero um céu que nasça só pra mim,

como foi prometido no livro do mestre,

eu fui bom, de agora em diante também,

não sei lidar com minha vida tão louca.

 

 

Abro a porta e não vejo a luz do dia,

nas noites não tenho o abraço que pedi,

quem sabe um dia alguém toca a campainha

e vem de beijo pronto pra minha boca.

 

 

Prometeram-me uma viagem suave pela vida,

até hoje só corri dias e sábados,

nos domingos a missa, não falam das promessas,

não sei se tudo é eterno ou é são apenas dias.

 

 

Pedi que voltassem os tempos de criança,

quero recomeçar com o que aprendi até agora,

mas não me deixam nem pensar no futuro,

conheço meu hoje, com o ontem vou morrer.

 

 

Se não tenho céu, se não tenho aonde ir,

deixa que eu ame quem me amar e apaixone mais,

até que descubra onde e com quem caminhar,

tenho mãos vazias, palmas limpas de pecados.

 

 

Quando amanhecer vou ser o mesmo homem,

um pouco mais velho, um pouco mais amante,

tenho o amor que muitos desejam,

então, espero meu céu, quem sabe um amanhã novo.

 

 

05/10/2007

Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 05/10/2007
Código do texto: T681950
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 69 anos
4429 textos (116900 leituras)
1 e-livros (168 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 21:50)
Caio Lucas