Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

chuvas

Hoje choveu, como que a dizer que há um novo tempo
Tudo parece querer se renovar, menos eu...
A mim só resta a perenidade que me torna infeliz
A mim a renovação da natureza castiga...
Tudo se renova e viceja....
Só eu envelheço e desencanto.... Sou no mínimo risível....
Meu amor, mais parece desalinhos da desatualização..

Parece que não devo mais amar....
Só devo te ver buscar amores... Tão distantes de mim

Hoje choveu... Eu não me remoço mais....
Meus tempos são outros... Não há amores possíveis...
O que será mim depois de tantas primaveras sem me renovar???
Não precisas responder....
Chegará um dia que morrerei...
De desamor... Ou será a falta de amor a própria morte....
Ah.... Deus.... Por que não posso me renovar????
Já sei..... Só posso ver.... de longe... de soslaio...
Eu não posso..... Eu não posso
Zezin Novo
Enviado por Zezin Novo em 05/10/2007
Código do texto: T682431

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zezin Novo
Araguaína - Tocantins - Brasil, 54 anos
9 textos (464 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 19:57)