Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

muito frio

estou morrendo de frio
vou pedir ao poeta
pra que ele me ensine a dizer
o que devo a ela falar
pra que eu possa ficar
mais aquecido outra vez

mais subnutrido talvez
de modo a que eu possa retê-la
nos braços e ao invés de comê-la
lhe mostre a dignidade
de ter que amá-la sem tê-la...
a mala e o meu cobertor


Rio, 29/08/2007
Aluizio Rezende
Enviado por Aluizio Rezende em 06/10/2007
Código do texto: T682723

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aluizio Rezende
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
6796 textos (147466 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 22:56)